Devido à pandemia, Turma Recursal da JFRN restringe acesso às sessões

Na sala está proibida a entrada de advogados com sintomas visíveis de doença respiratória

16/03/2020 às 00:00

Com o momento extremamente delicado pelo qual o Brasil passa, com a pandemia coronavírus, a Turma Recursal da Justiça Federal no Rio Grande do Norte adotou medidas preventivas.


               Portaria do presidente da Turma Recursal, Juiz Federal Almiro José da Rocha Lemos, define que o acesso à sala de julgamento ficará restrito aos advogados de processos incluídos na pauta da sessão do dia. Na sala também serão instalados dispensadores de álcool em gel 70%, para que todos higienizem preventivamente as mãos.


               Na sala está proibida a entrada de advogados com sintomas visíveis de doença respiratória.